carrinho 0
O seu carrinho está vazio
Agiolax

Agiolax, 250 g x 1 gran frasco chá

Ref. 8448415
€ 12.75
Nº Unidades

Informamos os nossos clientes que os Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) só poderão ser entregues no Concelho da Maia, no Concelho do Porto e nos respetivos Concelhos Limítrofes.

Descrição

 

1.O QUE É O AGIOLAX E PARA QUE É UTILIZADO

O AGIOLAX consiste num laxante expansor do volume fecal, contendo 5 g de AGIOLAX (1 colher de chá cheia): 2,60g de Plantaginis semen ovatae (Sementes de Plantago ovata), 0,11g de Plantaginis testa ovatae (Mucilagem de Ispaghula), 0,34-0,66g (normalizados em termos de 15 mg de senosidos) de Sennae fructus angustifoliae (Frutos secos do sene) e 176,04 a 240,14 mg/g de sacarose O AGIOLAX está indicado no tratamento da obstipação e quando se pretende uma defecação com fezes moles, por exemplo, em caso de fissuras anais, hemorróidas e na sequência de cirurgia abdominal, anal ou rectal. 2.COMO TOMAR AGIOLAX A dose individual correcta é a mesma necessária para produzir uma motilidade fecal de consistência mole. Adultos, idosos e crianças com mais de 10 anos: Tomar 1 colher de chá cheia de AGIOLAX, à noite, após o jantar, e, se necessário, também de manhã antes do pequeno-almoço. Como medida de preparação para exames radiológicos e endoscópicos, fazer 3 a 6 colheres de chá cheias de AGIOLAX, que devem ser tomadas em dose única, um dia antes do exame. Cada colher de chá, cheia, de AGIOLAX deve ser tomada sem mastigar, com bastante liquido (aproximadamente. 250 ml). Após a administração de medicamentos, deverá aguardar-se um intervalo de meia a uma hora antes de tomar AGIOLAX. O AGIOLAX não deve ser tomado por um período de tempo prolongado. 3. CONTRA-INDICAÇÕES DO AGIOLAX O AGIOLAX não deve ser utilizado nos casos de obstrução intestinal e estenose, atonia, doenças inflamatórias do cólon (por exemplo doença de Crohn, colite ulcerosa), apendicite; dores abdominais de etiologia desconhecida, crianças com menos de 10 anos e diabeticos, nos casos em que é difícil um bom equilíbrio com insulina. 4. ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES ESPECIAIS DE UTILIZAÇÃO DO AGIOLAX O AGIOLAX não deve ser administrado em presença de quaisquer sintomas abdominais agudos ou persistentes não diagnosticados. O AGIOLAX contém sacarose, e como tal, doentes com problemas hereditários raros de intolerância à frutose, malabsorção de glucose-galactose ou insuficiência de sacaraseisomaltase não devem tomar este medicamento. A administração de AGIOLAX a doentes diabéticos insulino-dependentes, pode exigir uma redução da dose de insulina. Se o AGIOLAX tiver de ser administrado diariamente deverá ser determinada a causa da obstipação. Evitar a administração prolongada de AGIOLAX e se utilizar por um período superior a 2 semanas é necessária vigilância médica. 5. EFEITOS SECUNDÁRIOS DO AGIOLAX O AGIOLAX pode causar espasmos e dores abdominais, particularmente nos doentes com cólon irritável e coloração amarela ou castanha avermelhada da urina (em função do pH). A utilização crónica do AGIOLAX pode causar pigmentação do cólon (pseudomelanose do cólon), inofensiva e reversível após ser suspensa a administração do AGIOLAX. O abuso de AGIOLAX nos casos de diarreia e de consequentes perdas de líquidos e electrólitos poderá causar dependência, com possível necessidade de aumento da dose, desequilibro hidrolítico (sobretudo hipocaliemia), atonia e disfunção do cólon. A hipocaliemia pode resultar em disfunção cardíaca e neuromuscular, especialmente no caso de administração concomitante de glicosidos, diuréticos ou corticoesteróides. A administração crónica pode resultar em albuminúria e hematúria. Em casos isolados, poderão ocorrer reacções de hipersensibilidade ao componente Plantago. Não existem quaisquer referências a efeitos indesejáveis ou secundários do AGIOLAX durante a gravidez, quer sobre o feto, quer sobre a mãe, desde que o fármaco seja administrado segundo o esquema posológico recomendado. No entanto, deve-se ter especial atenção durante os primeiros 3 meses de gravidez. 6. SOBREDOSAGEM COM AGIOLAX Os principais sintomas por sobredosagem com AGIOLAX são as cólicas e a diarreia grave, com consequentes perdas de líquidos e desequilibro electrolitico, havendo necessidade de proceder à respectiva reposição. APRESENTAÇÃO DO AGIOLAX Embalagem de 250g de granulado

O nosso conselho complementar

Arquivo não encontrado Arquivo não encontrado Arquivo não encontrado Arquivo não encontrado Arquivo não encontrado Arquivo não encontrado

250g

Conselho

A dose individual correcta é a mesma necessária para produzir uma motilidade fecal de consistência mole. Tomar uma colher de chá de Agiolax, sem mastigar, com uma boa quantidade de líquido (250 ml). Entre a administração de qualquer medicamento e Agiolax deverá mediar um intervalo mínimo de uma hora. Adulto: 1 colher de chá de Agiolax após o jantar e, se necessaário, outro de manhã, antes do pequeno almoço. Em caso de os sintomas persistirem fale com o médico ou o seu farmacêutico.

Saiba Mais

Comissão Europeia

Para obter informação mais detalhada sobre a função destes ingredientes, pesquise a base de dados da Comissão Europeia que contém o registo das substâncias utilizadas.

Como Utilizar

Embalagem de 250 g de granulado

Comentários

Opiniões e comentários sobre Agiolax :

Ainda não existem comentários para este produto

Faça login para deixar seu comentário